terça-feira, 5 de julho de 2011

Ventus

Ouves o vento? O que é que ele te diz?
A mim bafejou-me brandamente e destruiu-me todas as barreiras que tinha construído contra ti. Provou-me que não eras mais capaz de me aquecer dos seus sopros gélidos. Que já não estavas comigo para me despenteares mais que o seu balançar. Disse-me que eu estava diferente. Descompôs-me por eu querer que me fosses indiferente, por eu ter feito coisas feias para te esquecer... Mostrou-me que eu já não era tão leve para conseguir voar, mas ele pegou em mim e levou-me. Levou-me para longe, quando ainda éramos felizes juntos. Revivi tudo. Foi reconfortante, mas também perturbador.
Se achas que a nossa situação me fez crescer, eu acho que também me fez perder enquanto Ser...

7 comentários:

  1. As vezes o vento acaba por ser o mais honesto, quando menos queremos lá está ele para nos puxar para trás, ou então a empurrar-nos para a frente.

    ResponderEliminar
  2. Ohhh, nesse dia sentir-me-ei um bocadinho menos rasgada.

    ResponderEliminar
  3. ai meu bem, se eu te contasse os corropios e devaneios que o meu corpo, cabeça e coração têm sido alvo, escrevias um livro. sim, estou a exagerar, mas tenho tido muito pouco tempo para mim. lol

    ResponderEliminar
  4. perdermo-nos é o pior de tudo... não termos força para nos agarrar...

    http://myfashioninsider.blogspot.com/

    ResponderEliminar