quinta-feira, 9 de junho de 2011

Absurdos meus



São flores as bochechas rosadas, a timidez e a paixão. São frutos o prazer de saborear a consistência e aromas da pele. Folhas verdes a textura do ser, a felicidade de ter. 
E quando a pele das folhas enruguesse e os frutos deixam de servir... ficamos à espera que as flores voltem a surgir...
Talvez o amor seja como uma árvore.

6 comentários:

  1. Lindo, simplesmente lindo, e a musica encaixa perfeitamente.
    És uma inspiração, a sério :)

    ResponderEliminar
  2. sim,
    porque utilizamos-las para guardar amores, como líquidos preciosos. depois, tapamos com as mãos o gargalho na esperança de que não fuja, ou nos escape por evaporação e puderem ser voláteis. são invólucros que guardam afecções e mais tarde, quando já não temos medo, deixamos a garrafa ao ar, ou numa estante, como se fosse um objecto digno de mostra, pela vitória que representou para nós consegui-lo. por vezes, o conteúdo evapora, mas condensa partes no vidro, e isso, é dos piores desfechos.

    ResponderEliminar
  3. Oie Sou Fábio Mariz do BLOG (Mariz.Moda), achei seu blog o máximo, já estou seguindo visite o nosso e seja um seguidor!

    #ABRAÇOS

    (http://www.marizmoda.blogspot.com)
    nossos twitter: @FabioMarizReal & @MarizModa

    ResponderEliminar