quinta-feira, 26 de maio de 2011

Quero que procures por mim. Preciso de sorrir para ti




Sinto falta de me aconchegar nos braços de seda áspera do amor. 
De poder voar sem sair do ninho.

4 comentários:

  1. O que importa é que quando se sente esse sentimento, há que aproveitá-lo ao máximo e da melhor maneira sem nos preocupar com o que possa vir a acontecer.

    ResponderEliminar
  2. Não te preocupes, o amor tem a qualidade de aparecer de surpresa, quando menos esperares, ele entra-te em casa sem bater a porta e consume-te sem autorização.

    ResponderEliminar
  3. Como te compreendo :p
    Mas havera certamente outros braços feitos de algo mais doce...Vais poder voar e talvez nem necessites de esperar pelo amor ;)

    ResponderEliminar
  4. Se eu fosse um blogue com pernas pedia este em casamento :)

    ResponderEliminar