quarta-feira, 16 de março de 2011

Magnificência


As vezes fico preso nas palavras. Assim como fico preso em ti. Experimento decifrar-te em hieróglifos, em runas, em escrita tibetan... Tento de todas a formas, juro. Mas em alguns momentos és de uma escrita difícil de compreender. Eu diria que és grego antigo com uma pitada de latim, e talvez, numa infusão de escrita em sentido inverso. Mas és fascinante, és das línguas mortas mais vivas que eu conheço.

15 comentários:

  1. Muito bonito Portelinha! :)

    ResponderEliminar
  2. 1 palavra 12 letras E-S-P-E-C-T-A-C-U-L-A-R!

    |"...és das línguas mostas mais vivas que conheço"|

    ResponderEliminar
  3. Lindissimo como sempre. Nem tenho palavras para este, a sério. :b

    ResponderEliminar
  4. As coisas mais dificeis são, por vezes, as mais interessantes :p

    ResponderEliminar
  5. e mais uma vez, é tão belo quando somos assaltados pelo novo e desconhecido, e ganhamos uma vontade de sacear toda a sede de descubrir cada pedaço de alguém (:

    ResponderEliminar
  6. Teu blog é pura poesia. Gostei muito dos textos, voltarei mais vezes.

    Bênçãos!

    ResponderEliminar
  7. sem palavras que descrevam, simplesmente fantástico, como sempre. :)

    ResponderEliminar
  8. ...entre mim e o meu silêncio, existem gritos de cores estrondosas...

    ResponderEliminar
  9. o casaco é realmente fantastico é um trench da burberry. quem me dera. obrigado pelo comment.

    ResponderEliminar
  10. se te referes à lingua de uma mulher olha que nao está morta pode estar parada mas em descanso mas volta ao ataque
    kis .=)

    ResponderEliminar
  11. Magnifico! Adoro a maneira como 'brincas' com as palavras e as tornas tão simples e tão magicas.

    ResponderEliminar